Cache – O que é e como funciona

Cache, o que é, como funciona e como não funciona. Os principais problemas que apresenta, suas grandes vantagens e a sua necessidade na internet moderna é o que vamos abordar neste artigo.

Alguns provedores na sua publicidade dizem que “tem servidores no mundo todo”. Isso não é bem verdade, na verdade todos nós, provedores de alta performance, contamos com servidores no mundo todo.

Isto influi muito na qualidade e no custo. Assunto que vamos explicar, mostrar como você mesmo pode influir nos seus vários Caches, evitando paradas e prejuízos.

Veja como:

Cache, O que é:

Memórias Cache são áreas de memória que armazenam provisoriamente alguma informação por algum tempo pré-definido para tornar mais rápido o acesso das pessoas a esta informação.

Por exemplo, se voce tem uma pagina com a cotação do dólar, que só vai mudar uma vez por dia, pode tirar cópias dela e colocar em servidores no mundo todo.

Cada pessoa que tentar acessar esta página é “desviada” automaticamente para o servidor que estiver com a cópia mais perto dela.

Isso economiza um tráfego enorme na internet como um todo pois existem “ilhas” de cópias de informações sempre perto de cada pessoa.

Isso se chama Informação em Cache.

Quem é do Japão acessa a página que já está lá no Japão e assim por diante no mundo todo.

Uma vez por dia, quando a cotação do dólar muda, voce atualiza a página e todos os caches, no mundo todo, se atualizam também. Vamos ver como.

Como funciona o Cache

Em muitos sites 90% das páginas não mudam nunca, logo um cache lá no Japão poderia ficar anos a fio com a cópia de um site aqui do Brasil economizando um tráfego enorme entre o Japão e o Brasil (pois todos os japoneses só veriam as páginas que estão lá no Japão)

Mas e se alguém alterar o site? Os Japoneses vão ficar vendo o site antigo?

Time Stamp – O carimbo de Data/Hora

Para evitar isso, existe um pacote minúsculo de informação chamado “time stamp” ou  carimbo de tempo.

Cache: O Time-Stamp - Carimbo de Hora, sua aplicação e defeitos mais comuns.


Toda vez que a pessoa acessar qualquer uma das páginas, o cache de lá envia uma requisição de time-stamp para o servidor original que realmente hospeda o site antes de fornecer a página para o cliente.

O servidor daqui envia a data, hora, minuto, segundo e milesimo de segundo da ultima vez que esta página foi alterada.

O Cache recebe esta informação e compara com a data e hora da ultima alteração da página que ele tem lá.

Se for a mesma data e hora significa que a página ainda é a mesma, e então ele libera a página que tem lá em vez de pegar uma nova cópia daqui.

Tudo isso leva centésimos de segundo, inclusive para ir e voltar ao Japão logo o cliente não percebe nada. O pacote Time-Stamp é minúsculo, e muito rápido.

Da mesma forma, se a data/hora recebida for mais recente significa que tem uma página nova no provedor original, então antes de fornecer a página ele pede uma nova cópia, atualiza a cópia dele, incluindo o novo “carimbo” de data hora e depois fornece a página ao cliente.

É porisso que às vezes uma ou outra página de um site demora um pouquinho mais que as outras para carregar no seu computador.

Um erro comum devido ao Cache

Muitas vezes um cliente liga para o nosso suporte dizendo que o email não está funcionando e, como nosso servidor de emails está há mais de 8 anos sem nenhum problema, voce desconfia da conexão internet do cliente e pede para ele acessar algum site para ver se a conexão de internet dele está funcionando.

Ele responde:

           – O sinal de conexão wifi está normal, o meu Windows diz “conectado” e o meu site funciona normalmente então a minha internet está ok.

Repare que o sinal de WiFi no computador dele e a informação “conectado” do Windows dizem que ele está conectado no roteador da casa ou empresa dele, mas não diz se o roteador dele está conectado na internet. Logo a conexão pode mesmo ter caído e não estar ativa.

E o site dele vem do cache que todos os computadores tem dentro de si. Ou seja, ele está sem internet mas sendo enganado pelo cache do computador dele achando que o site está no ar.

Mas e o carimbo de data hora?

Infelizmente quando o cache do computador não recebe resposta de time-stamp ele manda a informação que ele tem pois considera melhor a informação dele do que nenhuma já que a imensa maioria dos sites não muda. Logo mesmo não estando conectado na internet lá fora, se o windows vê a conexão ativa alguns sites que foram acessados recentemente vão aparecer.

Logo o correto é dizer, OK, então acesse www.nasa.gov ou www.toyota.jp  ou qualquer site que esta pessoa nunca tenha acessado antes pois ele não estará no cache da máquina da pessoa e, se ela estiver sem internet vai dar erro.

#Ficaadica para você saber testar certinho se está ou não com internet.

Cache Local

Um problema bem mais grave do cache é o velho ditado: “Errar não é só humano…”

Às vezes, muito raramente, um arquivo se corrompe durante o processo de transmissão e recepção na internet e o sistema de cache mundial ou mesmo o cache do seu computador não está imune a isso.

Imagine que você altera uma página e o carimbo de tempo dela fique errado por engano em uma data no passado como 5/5/0020 e não 2020.

Ou seja, sua página teria sido publicada quando Jesus Cristo era um jovenzinho…

Repare que nenhum cache vai se atualizar com a nova página pois a nova data, que deveria ser hoje, será sempre anterior às datas dos caches no mundo todo.

O efeito será: Publiquei a página mas aparece a página antiga para todo mundo!

Ou ainda no caso do carimbo TTL estar certo no servidor original mas durante a transmissão chegou com uma data futura ou seja 5/5/9020

Neste acaso a página vai atualizar o cache desta vez mas nunca mais seria atualizada pois as próximas versões teriam sempre data anterior ao ano 9020.

Se este problema aparece só no seu computador, estando na página que está aparecendo errado, voce pode digitar Ctrl-F5 pois este comando diz “Ignore o cache local e atualize a página a partir da internet” Voce vai ver que a pagina vai demorar um pouco mais mas vai entrar.
Ou o menu “Limpar dados de navegação” do seu navegador.

Cache: Como limpar o cache do seu computador.
Cntrl_Shift-Del => depois escolha limpar aquivos em Cache.


#Ficaadica Pronto! Aprender a limpar seu cache local pode te poupar muitas dores de cabeça.

Mas, e se o cache for externo?

Neste caso o processo é semi-automático.
Existe uma variável em servidores chamada TTL

TTL – Time to Live – Tempo de Vida

Todos os servidores do mundo e nós aqui no provedor, temos controle sobre uma variável chamada TTL ou Tempo de Vida do Cache.

Cache o que é o TTL  - Time to Live ou tempo de vida e como alterar
TTL – Time to live.


Esta variável pode ser ajustada para vários valores mas, o que ela faz, é definir por quanto tempo qualquer cache deve ser válido. Depois deste tempo todos os caches serão obrigatoriamente atualizados.

Além de nós, o seu webdesigner ou programador que fez o seu site também tem este controle. Ele pode alterar uma variável no próprio site com um comando como este aqui em baixo: (isso é só um exemplo)

<IfModule mod_expires.c>
    ExpiresActive On
    ExpiresByType text/html A86400
</IfModule>

Onde 86400 são 86400 segundos de TTL ou seja, 24 horas.
Com isso qualquer problema se resolveria sozinho no mundo todo em, no máximo, 24 horas.

Questão de Preço – Questão de Juízo

Muitas vezes somos questionados porque o valor da nossa hospedagem é mais alto que em vários outros provedores.

O Cache é uma necessidade e uma exigência na internet. Sem ele seu site seria o mais lento do mundo pois cada página, cada imagem, cada texto teria que fazer o trajeto (inutilmente) todas as vezes e seu provedor teria que cobrar este tráfego de você o que seria certamente muito mais caro.

Mas aí então vem a questão de juízo. Ninguém no planeta tem como saber se algum cache em algum provedor, em algum lugar do Brasil ou do mundo está com erro.

O que se pode fazer é ajustar o TTL de cache do servidor para valores baixíssimos o que custa muito caro para o provedor mas dá um controle de erro perfeito, ou seja, o seu site se auto-corrige se tiver problema muito rapidamente.
Já, colocar valores altíssimos e praticamente não usar a internet do provedor, torna a hospedagem quase gratis para o provedor e permite que ele cobre centavos de você.

Qualidade ou Preço?


Provedores mais baratos, que hospedam sites com pouca performance precisam baixar custos então ajustam estas e outras variáveis para muito tempo, como por exemplo 6 meses!

SIM!, 6 meses, acredite! Se houver um problema do seu site em uma cidade ou país ele ficará 6 meses com problema naquele lugar. Aí, caso você nunca chegue a saber disso perderá todas as vendas daquela região porque ninguém reclamou por não saber como te encontrar…

Caso você descubra o problema, lembre-se que provedores baratinhos normalmente não tem suporte exceto respostas padronizadas para perguntas que eles mesmos fazem. Vai ser dificílimo chegar a um técnico deles.

Ah! e para ajudar um pouco, eles desativam a opção do seu webdesigner alterar o TTL pelo site.

Infelizmente para a reputação dos bons provedores, tem muita empresa grande e famosa que age assim. Mas tem muita empresa grande e famosa que trabalha bem também. (são um pouco mais caras)

#Ficaadica: Escolha o provedor pela rapidez e competência de atendimento do suporte e não do comercial. Se voce fala com humanos já é um bom começo. Se ele tem telefone de suporte no site (além do de vendas) também. Normalmente quem gasta dinheiro com humanos atendendo (que é o mais caro) gasta dinheiro com o resto da qualidade.

Provedores de Alta performance

Não só nós, na SPBrasil como bons provedores de Hospedagens são classificados como provedores de Alta Performance.

Via de Regra, o que difere é justamente este tipo de ajuste como TTL de cache, servidores de email com alta disponibilidade, atendimento humano com pessoas capacitadas a entender o problema, Telefonia Voip e PABX virtual com funcionamento perfeito e ininterrupto e, é claro, um custo mais alto.

Hospedagem barata ou cara?

Juízo! em ultima análise. Vender um produto a preço mais alto mas reverter este diferencial de preço a mais em qualidade do produto entregue e atendimento o mais próximo do perfeito possível é o que faz o caro sair barato e o barato sair caro.

Por este motivo atendemos empresas do mercado financeiro, grandes empresas no Brasil todo desde 1994, muitas delas há mais de 25 anos conosco.

Só que devolvemos o valor em qualidade o que faz com que seu site e email funcione sempre e você não perca vendas! Via de regra 1 venda de cliente nosso paga meses ou até anos de hospedagem. Ou seja perder uma venda por problema técnico custa muito mais do que a diferença de hospedagem lá ou aqui.

Será que somos mesmo mais caros?

Obrigado pela sua paciência com o textão e

Conte com a SPBrasil e Agência.bit

SPBrasil Soluções Internet / Agência.bit Marketing Digital
Eilor A. Marigo – diretor